18 de abr de 2012

Programa de Educação Patrimonial do Arquivo Histórico lança novos projetos





O ano de 2012 inicia com a criação de duas novas atividades.Para as séries iniciais, foi desenvolvido o Projeto Onde está o patrimônio? O projeto inicia com uma vivência de reconhecimento da Instituição, visando à apresentação dos vários espaços do Arquivo: jardim com árvores centenárias, chalés europeus do século XIX, laboratório de restauração, sala de pesquisa, acervo e apresentação de  fontes documentais.Na sequência da atividade, as crianças são divididas nas equipes: casa, rocha, livro,

documento e árvore, através da distribuição aleatória das cartinhas representando estes elementos.




As equipes participarão do jogo Onde está o patrimônio? que precisa ser encontrado no painel que esconde através das folhas secas das árvores.


 



Mas para isto é preciso descobri-lo através do baú das histórias que contém pergaminhos com histórias de muitos bens patrimoniais que estão no Arquivo Histórico.








Um representante de cada equipe retira do baú um pergaminho, e uma contação de histórias acontece para que a equipe saiba qual o patrimônio a ser encontrado no painel.
As equipes ganham pontos cada vez que o patrimônio da história é descoberto. Quando todos os pergaminhos forem lidos, tem-se uma equipe vencedora que ganha como prêmio o  “ Junta – cabeças: o quebra- cabeça cooperativo”.







Este projeto já pode ser agendado  pelo telefone 3289.8284 ainda para o primeiro semestre.

Para o segundo semestre, vamos disponibilizar mais uma atividade para os estudantes das 5ª as 8ª séries: Projeto Cuidar para não esquecer.
A atividade prevê conhecer a história dos chalés europeus que abrigam o Arquivo Histórico, através de um vídeo que inicia com sua construção como casa de chácara, passando pelo período de uso como escolas, terminando nos dias atuais.


imagens do video




Depois de assistir ao vídeo, os estudantes conhecem o presente das casas: o Arquivo Histórico com seus vários espaços voltados à conservação e  à preservação documental numa visita guiada. 

Imagem do video



Terminada a visita, formamos 3 equipes: gradil, lambrequim e postigo que participarão de uma gincana, estando suas tarefas  classificadas,organizadas como documentos de acervo.







Para realização das tarefas, será preciso  uma pesquisa histórica com fontes documentais: lei de tombamento dos chalés, fotos do dossiê de restauração, motivos da lei de tombamento, além de uma observação detalhada das duas casas de modo a identificar suas semelhanças. O prêmio para os vencedores da gincana é um certificado em forma de documento atestando seu conhecimento do patrimônio.

Maiores informações podem ser disponibilizadas pelo email rosanef@smc.prefpoa.com.br







11 de abr de 2012

NEGRO EM PRETO E BRANCO

     
  


  Em publicação financiada pelo FUMPROARTE,a organizadora  Irene Santos criou  uma forma diferente de  narrar a história dos afro-brasileiros,suas lutas, a exclusão,os preconceitos,a dignidade e a beleza: a história fotográfica da população negra em Porto-Alegre. Reuniu  uma equipe de poetas, fotógrafos, historiadores,jornalistas e outros profissionais das mais diversas áreas  para compor esta obra poética nos  seus elementos: texto e imagem. Em preto e branco, a publicação se intitula: Negro em preto e branco –História fotográfica da População Negra de  Porto Alegre.
      Mesclando palavra e imagens (sempre em preto e branco),o livro vai contando as histórias  de negros que superaram a discriminação racial pela luta  em várias áreas:esporte, música, estudo acadêmico, carnaval. Histórias que afirmaram a identidade e que têm como pano de fundo  um pedaço da História do Brasil  na palavra do Prof Guarani Santos.
        

      São personagens que também contam um pouco a História de Porto Alegre, do Parque da Redenção e de alguns bairros da Cidade.
      Esta  obra, que reúne elementos históricos e artísticos, é uma importante fonte de pesquisa, disponível na estante sobre a cultura negra no acervo bibliográfico do Arquivo Histórico de Porto Alegre. Fonte esta que também é produto de pesquisa, realizada em várias instituições, inclusive no AHPAMV.

4 de abr de 2012

Mais duas obras de Sergio da Costa Franco


                          
     Historiador, advogado e jornalista, mas sobretudo incansável pesquisador da história de Porto Alegre,Sergio da Costa Franco oferece aos leitores mais dois livros: Porto Alegre sitiada, em  2. edição (da Editora da Cidade da Secretaria Municipal da  Cultura), e Porto Alegre ano a ano,que  já estão na estante do acervo bibliográfico do AHPAMV.
     O primeiro livro trata do período de 1836 a 1840, tempo em que a  Cidade ficou sitiada pelos rebeldes farroupilhas. O autor  narra o cerco, os períodos de interrupção do sítio, e revela que  esses fatos não  mereceram maior atenção dos historiadores, que mitificaram os rebeldes, sem  uma análise mais profunda e abrangente dessa parte da história rio-grandense.
        
 
    
      O livro, recentemente lançado, Porto Alegre ano a ano - uma cronologia histórica 1732/1950, narra ano a ano, como nos diz o título,os fatos mais relevantes historicamente,pesquisados em fontes documentais, mas também nos acervos de jornais. Nestes mais de duzentos anos relatados no livro, o autor  viaja  pelos mais diversos assuntos que compõem a vida da Cidade. Inicia em 1732, com o relato da vinda dos primeiros estancieiros nos Campos de Viamão e termina em 1950 com vários relatos:incêndio na Repartição Central da Polícia,eleições para Presidente da República,fundação da Ospa, greve no serviço de bondes,etc. Em 1949,há relato de crise no abastecimento de água e energia elétrica e uma visita importante: o escritor Albert Camus em Porto Alegre.
           
       Estas duas obras têm dupla importância para o Arquivo Histórico de Porto Alegre:
1-a relevância para a pesquisa sobre a Cidade; 2- o uso de fontes do Arquivo,(além de  outras instituições),como base documental.
  

2 de abr de 2012

ATENÇÃO! FORMAÇÃO DE PROFESSORES DIA 26

                                 
                              

     Conforme calendário anteriormente divulgado,lembramos que estão abertas as inscrições para  a Formação de Professores, dia 26 de abril.

   Inscrições pelo e-mail  rosanef@smc.prefpoa.com.br
 ou pelo telefone 32898284





 

© 2009AHPAMV | by TNB