26 de jul de 2011

ACERVO VILA IAPI


“...o Arquivo Histórico vem trabalhando
sua documentação em seus aspectos
arquivísticos e de conservação.”



O Arquivo Histórico de Porto Alegre Moysés Vellinho recebeu da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul a documentação referente à construção do Conjunto Habitacional Vila do IAPI, em Porto Alegre/RS, ao Conjunto Residencial Cajurú, em Curitibanos/PR, à Vila Operária do Saco dos Limões em Florianópolis/SC, ao edificio sede da Delegacia do IAPI de Porto Alegre/RS, ao Conjunto Residencial em Novo Hamburgo/RS e à documentação do IAPC de Teresópolis, em Porto Alegre/RS.
Este acervo, composto por fotografias, contatos, negativos e fotogramas, consiste numa das mais importantes fontes de pesquisa para História e Arquitetura de conjuntos residenciais destinados ao proletariado, construído no período de 1944 a 1954.
























Com vistas a colocar esse acervo à disposição dos pesquisadores, o Arquivo Histórico vem trabalhando sua documentação em seus aspectos arquivísticos e de conservação.
Elaborado um diagnóstico sobre o estado de conservação desse acervo, iniciou-se o processo de intervenção nos documentos, consistindo de limpeza da sujidade maior, seguida de uma higienização profunda. Todos os álbuns fotográficos apresentam rasgos e perdas do papel vegetal de proteção, capas rasgadas e fragilizadas. Cada um desses álbuns fotográficos está recebendo tratamento específico conforme o tipo de problemas que apresenta.


















SISTEMA DE ARQUIVOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE(2)(SIARQ/POA)







O Arquivo Histórico de Porto Alegre Moysés Vellinho tem por missão assegurar a guarda, a proteção e a preservação do patrimônio arquivístico público avaliado como de guarda permanente, e, acima de tudo, assegurar o pleno acesso às informações neles contidas por todo cidadão que delas precise ou queira tomar conhecimento.
No processo de reclassificação e reorganização da documentação permanente - abrangendo o período de 1892 a 1955 - que se encontra custodiada pelo Arquivo Histórico e Arquivo Público Municipal, dentro do SIARQ/POA, é preciso que se considerem a legislação determinante das competências/funções dos órgãos administrativos, as próprias competências definidas, as unidades administrativas produtoras/recebedoras desses documentos e os documentos produzidos/recebidos em razão dessas funções.
De posse dessas informações, cada documento será classificado em um Plano de Classificação de Documentos – PCD –, de acordo com a função para a qual foi produzido/recebido, e organizado, arranjado dentro do Fundo, isto é, do órgão administrativo no qual foi produzido/recebido, respeitando-se, assim, o princípio da proveniência ou de respeito aos fundos.













Os documentos acima serão classificados na função – Execução de atividades que dão sustentabilidade administrativa, financeira e jurídica à administração pública municipal –; subfunção – Gestão financeira; série – Contabilização dos atos e fatos decorrentes das atividades financeiras; subsérie – Demonstrações contábeis (balanço, orçamento, financeiro e patrimonial).
São provenientes da Seção de Contabilidade, Fundo da Intendência Municipal ao qual pertencem e dentro do qual serão organizados e arquivados.
Existem, ainda, no Arquivo Público Municipal, vinculado à Secretaria Municipal da Administração – SMA, cerca de dois milhões de documentos microfilmados e que também serão objeto desse processo por se tratarem de documentos de valor permanente.
Esses documentos foram microfilmados sem os critérios arquivísticos hoje existentes para que tal procedimento possa ser levado a efeito de forma a propiciar o fácil acesso aos documentos.
Sendo assim, têm-se pela frente dois grandes desafios: o tratamento adequado para organização desse riquíssimo acervo e a sua plena disponibilização aos usuários.

19 de jul de 2011

















ACERVO DE PUBLICAÇÕES DA SMC











O Arquivo Histórico de Porto Alegre Moysés Vellinho recebeu da Secretaria Municipal da Cultura documentos em CDs, livros, Discos em Vinil e Fitas VHS produzidos pelo FUNCULTURA e FUMPROARTE.


Alguns destes livros, produzidos pela editora da SMC, constituem Séries de Publicações de grande circulação pela Cidade: Memória dos Bairros, Porto Alegre Revisitada, Poemas no Ônibus, Cadernos Porto & Vírgula, Dissertações e Teses, Histórias de Trabalho, Outras Vozes e Escritos de Cinema.


O acervo financiado pelo FUMPROARTE, além de apresentar textos de relevância para entendimento da produção cultural na cidade de Porto Alegre, complementa a documentação dos Dossiês dos Processos.


































































8 de jul de 2011

O Encontro do Passado com o Presente e o Futuro



    Estou hoje sentado no mesmo ambiente que foi minha sala de aula no início da década de 60,no então Grupo Escolar Apeles Porto Alegre- hoje Arquivo Histórico de Porto Alegre Moysés Vellinho - que abrigou também,nos anos 20,meu pai e minha mãe,localizado defronte ao terreno onde fui gerado,bem próximo à casa Edos avós paternos.Ainda está no mesmo local e não muito distante da casa em que nasci.
    Muito próximo também, aos fundos ,o Colégio Santo Antônio onde estudei, que teve sua origem na casa da esquina da Rua Luiz de Camões (antiga 18 de Junho),com Av .Bento Gonçalves (antiga Estrada do Mato Grosso),no ano de 1903,e abriga hoje a Sociedade Espírita "Caminho da Luz", ali instalada desde 1932.
   A casa de meus avós maternos fica não muito distante,na Rua Gonçalves Ledo. A Escola Particular,da Professora Dona Elusa, na Rua Evaristo da Veiga,onde cursei meus primeiros anos primários,que foram a base sólida para meu caminho de aprendizado escolar.
     Assim que, hoje no século 21, desenvolvo,no AHPAMV,minha pesquisa,a coleta de dados,assessorado e orientado por funcionários atenciosos,dedicados e presentes,sempre auxiliando e acrescentando,com alguma obra do acervo,com o objetivo de valorizar o trabalho de buscar a memória da Cidade e do mundo.
      Registro desta forma, muito particular e pessoal, meu agradecimento a todos que são responsáveis pela abertura deste "tesouro" escondido no interior desta bela casa, preservada e tombada pela EPHAC e pela  sociedade desta Porto Alegre que hoje pesquiso e, em breve,estará nos  arquivos em forma de livro,para que outras gerações possam pesquisar onde pesquisei.

Um abraço a todos da equipe do AHPAMV

INVERNO-Julho de 2011



William Cunha Pupe

Arquiteto/Urbanista/Professor/Pesquisador




COMUNICADO OFICIAL




Pensando em atender melhor ao pesquisador, comunicamos que encaminhamos por doação ,em 30 de Junho de 2011, ao Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul, os documentos relacionados abaixo:

Relatórios impressos dos Presidentes da Província do Rio Grande do Sul, produzidos e editados entre os anos de 1852 e 1888, com lacunas temporais. Estes documentos estão descritos no instrumento de pesquisa (catálogo) editado na publicação Anais do Arquivo Histórico do Município de Porto Alegre volume II, 1986 páginas 13 - 191.

Documentos relativos a processos de concessão de sesmarias datados entre 1752 e 1821. Estes documentos somam 132 dossiês, descritos no instrumento de pesquisa (catálogo) editado na publicação em anexo Anais do Arquivo Histórico do Município de Porto Alegre volume I, 1983 páginas 19 - 48.



Estes documentos completam acervos que se encontram no Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul.

Rosani Feron

Diretora do Arquivo Histórico Moysés Vellinho





6 de jul de 2011




VISITA AO ARQUIVO HISTÓRICO DE PORTO ALEGRE MOYSÉS VELLINHO





Nos dias 28 de maio e 2 de junho, alunos do ProJovem Trabalhador Igreja Santa Clara Lomba do Pinheiro visitaram o Arquivo Histórico de Porto Alegre Moysés Vellinho, por iniciativa da Coordenação da FAEPSUL. A Educadora Roselane Fonseca da Silva acompanhou seus alunos nessa atividade muito importante para o curso de Administração,cujo currículo prepara os alunos para várias funções: Arquivador, Almoxarife, Contínuo e Auxiliar Administrativo. “O objetivo da visita foi proporcionar aos alunos uma experiência prática na linha de formação. O curso que tem especialização em Administração traz na grade curricular o princípio da arquivologia”, justifica a professora.
Durante a visita, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer a dimensão e a importância do acervo, além de ouvir relatos sobre os processos de restauro. Os funcionários do local têm a missão de organizar, guardar e preservar documentos que contam a história da capital gaúcha.





O Arquivo Histórico funciona num dos dois chalés do século XIX, em estilo europeu, sito na Avenida Bento Gonçalves,que,a pedido da comunidade, foram tombados em 1989.
Além de aprender sobre o patrimônio documental, os alunos puderam obter informações sobre patrimônio arquitetônico e natural. Existe a preocupação por parte da equipe de Educação Patrimonial do AHPAMV de explicar não só as características arquitetônicas dos chalés , como também do patrimônio natural na área do complexo de bens culturais.




No anexo, construído-em 1999- para esta finalidade, são guardados e conservados cerca de 1,5 milhão de documentos. O mais antigo é datado de 1764. O Arquivo é órgão da Prefeitura de Porto Alegre, sob a administração da Secretaria da Cultura. O local é aberto ao público das 8h30 às 12h,e das 13h30 às 17h30.
Eu, como educadora, e meus alunos damos os parabéns para os funcionários que mantêm essa Instituição, em especial para Rosane,que nos recebeu e nos concedeu tanta atenção, demonstrou tanta dedicação e responsabilidade e passou para nós informações muito preciosas sobre a história deste local.Durante a visitação, deixou todos deslumbrados com a técnica e eficiência com as quais domina todo o conteúdo apresentado.
Fica meu muito obrigado, e afirmo que é de grande valor esta
visitação.
Abraços








Da Educadora Roselane Fonseca da Silva, seus alunos do Projovem Trabalhador Igreja Santa Clara(turmas manhã e tarde) e toda a equipe da FAEPSUL (Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Extensão da Unisul), entidade que está proporcionando a esses jovens uma melhor qualidade de vida e a inserção na sociedade e no mercado de trabalho





























































































Visita ao Arquivo Histórico
de Porto Alegre Moysés Vellinho


Nos dias 28 de maio e 2 de junho, alunos do ProJovem Trabalhador Igreja Santa Clara Lomba do Pinheiro visitaram o Arquivo Histórico de Porto Alegre Moysés Vellinho, por iniciativa da Coordenação da FAEPSUL. A Educadora Roselane Fonseca da Silva acompanhou seus alunos nessa atividade muito importante para o curso de Administração,cujo currículo prepara os alunos para várias funções: Arquivador, Almoxarife, Contínuo e Auxiliar Administrativo. “O objetivo da visita foi proporcionar aos alunos uma experiência prática na linha de formação. O curso que tem especialização em Administração traz na grade curricular o princípio da arquivologia”, justifica a professora.



















Durante a visita, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer a dimensão e a importância do acervo, além de ouvir relatos sobre os processos de restauro. Os funcionários do local têm a missão de organizar, guardar e preservar documentos que contam a história da capital gaúcha.
O Arquivo Histórico funciona num dos dois chalés do século XIX, em estilo europeu, sito na Avenida Bento Gonçalves,que,a pedido da comunidade, foram tombados em 1989.
Além de aprender sobre o patrimônio documental, os alunos puderam obter informações sobre patrimônio arquitetônico e natural. Existe a preocupação por parte da equipe de Educação Patrimonial do AHPAMV de explicar não só as características arquitetônicas dos chalés , como também do patrimônio natural na área do complexo de bens culturais.







a href="http://1.bp.blogspot.com/-vUIL9IE9EhY/ThRNorJAPCI/AAAAAAAAArk/WhU6ZFuYtes/s1600/DSC01046.JPG">













No anexo, construído-em 1999- para esta finalidade, são guardados e conservados cerca de 1,5 milhão de documentos. O mais antigo é datado de 1764. O Arquivo é órgão da Prefeitura de Porto Alegre, sob a administração da Secretaria da Cultura. O local é aberto ao público das 8h30 às 12h,e das 13h30 às 17h30.

< Eu, como educadora, e meus alunos damos os parabéns para os funcionários que mantêm essa Instituição, em especial para Rosane,que nos recebeu e nos concedeu tanta atenção, demonstrou tanta dedicação e responsabilidade e passou para nós informações muito preciosas sobre a história deste local.Durante a visitação, deixou todos deslumbrados com a técnica e eficiência com as quais domina todo o conteúdo apresentado. Fica meu muito obrigado, e afirmo que é de grande valor esta visitação. Abraços Da Educadora Roselane Fonseca da Silva, seus alunos do Projovem Trabalhador Igreja Santa Clara(turmas manhã e tarde) e toda a equipe da FAEPSUL (Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Extensão da Unisul), entidade que está proporcionando a esses jovens uma melhor qualidade de vida e a inserção na sociedade e no mercado de trabalho.

 

© 2009AHPAMV | by TNB