17 de nov de 2017

Semana da Consciência Negra no Arquivo Histórico de Porto Alegre Moysés Vellinho




4 de out de 2017

PALESTRA SOBRE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL DIA 09 DE OUTUBRO


3 de out de 2017

EVENTO CANCELADO





Informamos que por motivos de força maior, infelizmente o evento de sábado dia 07/10, está cancelado.
Em Novembro teremos nova programação com a Banda Municipal e exposições.

Atenciosamente,
A Direção

27 de set de 2017

MÚSICA NO ARQUIVO:Concerto da Banda Municipal


26 de set de 2017

EDUCAÇÂO,ETNIA,GÊNERO, MEIO AMBIENTE













"Através dos documentos do arquivo da Secretaria Municipal de Educação, disponível para consulta no Arquivo Histórico de Porto Alegre, é possível realizar uma reflexão vital aos dias atuais. Com cadernos sobre a História do Negro no Brasil, sobre Educação Ambiental e sobre Gênero e Docência, os pesquisadores podem, além de ter uma instrução de linguagem acessível sobre esses temas, pensar na atualidade dos mesmos na virada do século (visto que são cadernos de 2001) e o quanto os problemas abordados por eles - racismo, machismo e degradação ambiental- persistem nos dias atuais. Além disso, é possível a realização de estudos de História Comparada, vendo como era a produção sobre o tema há 16 anos atrás e o quanto a mesma evoluiu...ou não"




14 de set de 2017

Polêmica sobre Saneamento na Porto Alegre de 1901

Documentos integrantes da publicação-1901:

Conferência proferida pelo Dr  Victor de Britto na Sociedade de  Medicina sobre saneamento –sobre o Projeto  de Esgotos da Comissão de Saneamento da Intendência Municipal-  Conferência  do Dr Ricardo Machado  em resposta ao Dr Britto- Réplica do Dr Britto- artigos publicados no jornal A Federação,dos engenheiros Francisco Lopes e Dario Pederneiras, da  Comissão de Águas e Esgotos,em resposta ao Dr Ricardo Machado (sobre o reservatório sanitário)

Assunto:Utilização de um “dissolutor automático” no processo de saneamento da cidade de Porto Alegre,como parte do Projeto de Esgotos da Comissão da Intendência Municipal.

Polêmica entre médicos e engenheiros sobre a eficácia do sistema.






 Esta publicação faz parte do acervo do Gabinete do Prefeito (documentação da Intendência e da Prefeitura) e está disponível,em pesquisa presencial,no  horário de atendimento do Arquivo Histórico:8h30min às 17h30min, de segunda a sexta.



31 de ago de 2017

Giba Giba,Cidadão Emérito de Porto Alegre

Exposição de Motivos e Projeto de Resolução que concedem o título honorífico de Cidadão Emérito de Porto Alegre a Gilberto do Amaro Nascimento, o “Giba Giba”.

Estes documentos tratam da apresentação da Exposição de Motivos, Processo n.º 1807/91, e Projeto de Resolução n.º 29/91 à Câmara de Vereadores de Porto Alegre, visando à concessão do título de Cidadão Emérito de Porto Alegre a Giba Giba, pelo então vereador João Motta, no ano de 1991. O título foi concedido através da Resolução n.º 1116/91.
Gilberto Amaro do Nascimento, o “Giba Giba”, negro, gaúcho, foi um grande músico e representante das causas populares, sobretudo através das manifestações artísticas. Auxiliou na criação da primeira escola de samba de Porto Alegre, a Academia de Samba Praiana, tendo também desempenhado papel fundamental na recuperação e valorização do instrumento musical do Sopapo, tambor próprio do sul do Brasil, utilizado durante muito tempo nos carnavais em Pelotas. Através do instrumento, conseguiu valorizar parte da cultura e da memória afro-gaúcha, demonstrando a diversidade produzida por aqueles que forçosamente vieram para o sul do Brasil, através da singularidade do tambor do Sopapo.
Ligado aos movimentos negros, foi assessor de assuntos afro-açorianos da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre. Nascido em Pelotas, no ano de 1940, faleceu em Porto Alegre, no ano de 2014, sendo reconhecido amplamente por sua trajetória de prêmios, homenagens, e lutas pelas causas dos movimentos negros e populares.


















Estes documentos integram o acervo da Secretaria Municipal da 

Cultura e estão à   disposição dos pesquisadores no Arquivo 

Histórico de Porto Alegre Moysés Vellinho nos seguintes dias e 

horários:



Segunda a sexta-feira, das 8h30min às 17h30min, sem fechar ao 

meio-dia.
 

© 2009AHPAMV | by TNB