6 de mar de 2013

Mercado Público:símbolo do desenvolvimento econômico da Porto Alegre do século XIX


A diversidade de atividades econômicas
                                                                                                  gerou  uma intensificação
                                                                                             do processo 
de divisão do trabalho.


        O  Mercado Público  surgiu de uma necessidade histórica  da Porto Alegre do século XIX. Na monografia sobre este tema,intitulada Construção do Mercado Público de Porto Alegre, a autora  analisa, inicialmente, a evolução urbana da Cidade,destacando a vinda dos açorianos, a estagnação durante a Revolução Farroupilha,a retomada  econômica pelo desenvolvimento comercial,a importância dos imigrantes alemães em São Leopoldo como  produtores  para o mercado de consumo da capital, expansão dos limites geográficos e outros fatores de urbanização.
      
        Os estabelecimentos comerciais se concentravam no centro da  Cidade:armazéns de secos e molhados, lojas de fazendas,casas de ferragens,lojas de miudezas,vendas ou botequins,etc,segundo o Almanack de Porto  Alegre  para o ano de 1857,o que demonstra o crescimento  do comércio em Porto Alegre.
        A diversidade de atividades econômicas gerou  uma intensificação do processo de divisão do trabalho. Essa realidade  foi traduzida oficialmente  pelo Código de Posturas(1829-1888).
     Já na primeira metade do século XIX, surgiu a necessidade  de normatização da atividade comercial no  Largo Paraíso, resultando na construção do primeiro  Mercado Público,em 1844. Este foi substituído pelo atual  Mercado Público,inaugurado em 03 de outubro de 1869 que, além de regulamentar o comércio,também respondia à necessidade de substituir o trabalho  escravo pelo trabalho livre. No espaço urbano, houve melhorias dos serviços públicos como iluminação, calçamento, ajardinamento. Tudo isso também  se devia ao crescimento demográfico: de 16.900 habitantes,em 1858, para 34.183,em 1872.Isso aumentava as demandas tanto comerciais como de melhoramentos urbanísticos.


         Afirma a autora:
                Em nível urbano, ainda, o Mercado Público permitiu a conformação de um novo espaço dentro do “todo” ao qual o mesmo se integrou: o antigo “Largo do Paraíso” foi efetivamente incorporado pelo processo de urbanização vivido por Porto Alegre durante o século XIX.
        


   Concluindo, percebemos que o  Mercado Público possui um significado para além das atividades comerciais, passando pela regulamentação do mercado de trabalho,a constituição de um centro urbano  símbolo de um momento histórico.


Fonte: Construção do Mercado  Público de Porto Alegre 
Inês Cristina de Barros-UFRGS:1991

       Esta monografia está disponível para pesquisa  no acervo de apoio do AHPAMV 



      

2 comentários:

Marcos disse...

Parabéns Inês! Gostei! Desde muito cedo tu já apresentava vocação para este tipo de pesquisa. Felicidades!

Marcos disse...

Parabéns Inês! Gostei! Desde muito cedo tu já apresentava vocação para este tipo de pesquisa. Felicidades! Guarda Freitas.

Postar um comentário

 

© 2009AHPAMV | by TNB