30 de out de 2012

Os riscos causados pelos agentes biológicos no acervo...


  Os acervos documentais podem sofrer o ataque de diversos tipos de agentes de degradação, dentre os quais podemos destacar os biológicos que podem ser os micro-organismos, insetos ou roedores.
Fique de olho e saiba identificar quais são os principais e quais são as consequências de cada ataque aos documentos.

·        Fungos
Têm preferência por ambientes quentes e úmidos que favorecem o seu desenvolvimento.
Principais consequências: Criação de manchas de colorações diversas (amarelo, roxo, marrom); Criação de mofo; Os fungos destroem a celulose e a cola utilizada na fabricação do papel, deixando o papel poroso.


 


 ·        Barata
São atraídas para o acervo em busca de resíduos de alimentos.
Principais consequências: Seu ataque é muito parecido ao da traça, causando danos nas superfícies de documentos e encadernações; Alguns papéis podem apresentar a extremidade roída.

I






·        Traça
Tem preferência por locais escuros e úmidos. Devido ao seu corpo ser plano, ela consegue penetrar entre as folhas, bem como por trás dos móveis.
Principais consequências: A traça desbasta a superfície do papel, couro e fotografias. Seu ataque parece um leve arranhão.











·        Cupim
Apesar de terem preferência pela madeira, também atacam a celulose em geral. Sendo assim, muitas vezes os livros e documentos são utilizados somente como passagem para alcançar algum madeiramento. O ataque acontece, principalmente, na fase larval deste inseto.
Principais consequências: Ocorre a perda de informação devido aos “buracos” que se formam no suporte papel.






·        Broca
O período mais destrutivo ocorre na fase de larva. A broca se alimenta da celulose, da cola da encadernação e da encolagem existente no papel.
Principais consequências: Ocorre a perda de informações devido ao “rendilhamento” do papel e a perfuração das folhas compactadas ou encadernadas; São responsáveis pela criação de um resíduo ou pó de broca (devido à escavação realizada nos documentos)..











·        Ratos
Alimentam-se de restos de alimentos, porém para se manterem aquecidos utilizam papéis, couros, tecidos e plásticos picados, principalmente na confecção de ninhos para reprodução. Têm preferência por ambientes escuros, quentes e úmidos.
Principais consequências: Além do perigo de grandes estragos nos documentos, os ratos oferecem o risco de transmissão de doenças como a leptospirose, por exemplo.










FIQUE ESPERTO!
Quais as formas de combater estes agentes nos arquivos?

  Estabelecer um programa de controle ambiental, evitando-se ambientes com temperatura(T) e umidade relativa (UR) do ar elevadas, bem como devem ser evitadas as oscilações acentuadas. Portanto, deve-se respeitar os níveis de T e UR ideais para preservação, conforme recomendações da bibliografia da área;
      Realizar a circulação do ar no ambiente;
     Sistematizar uma rotina de higiene;
   Manter vigilância constante nos documentos contra acidentes com água, providenciandosecá-los imediatamente.
  Contar com a colaboração da equipe, através de capacitações de como devem atuar na prevenção destes agentes.
  É expressamente proibido alimentos no acervo, pois é atrás desses resíduos alimentares que muitos agentes biológicos se instalam neste local.
  Manter uma rotina de desinsetização e desratização, através da contratação de uma empresa especializada no assunto.
    Retirar ou isolar os documentos infectados.
  Somente após descobrir e eliminar as causas dos problemas, os documentos deverão retornar ao acervo.

0 comentários:

Postar um comentário

 

© 2009AHPAMV | by TNB