24/08/2011

Sete de Setembro de 1922-Comemora-se o "Centenário da Independência do Brasil"









No acervo do AHPAMV, existe uma coletânea de jornais organizada pela Intendência Municipal de Porto Alegre datados de setembro de 1922. Estes jornais com carimbos do Arquivo da Intendência eram recebidos diariamente e editados em Porto Alegre, no interior do estado do RGS, em outros estados da Federação e no país vizinho Uruguai.







É interessante percebermos a diversidade de jornais que circulavam e eram lidos na nossa Cidade. Não sabemos se a iniciativa de encadernar os jornais deve-se a funcionários ou ao Intendente José Montaury de Aguiar Leitão que governou Porto Alegre por um longo período, entre 1897 a 1924.








Esta foi uma das formas de distinguir os festejos do centenário da Independência do Brasil. As encadernações de periódicos foram muito usuais na História do Brasil para marcar grandes comemorações.






Nas páginas de alguns destes periódicos (como A Federação), vemos quais os festejos foram promovidos para comemorar o centenário da Independência do Brasil. Dentre esses, temos missas, juramentos ao pavilhão nacional, formaturas em colégios, desfiles, bailes e inaugurações e uma comemoração típica da época, a Batalha de Flores.




Nessa brincadeira, famílias inscreviam-se previamente, levando para o dia marcado carros ornamentados com flores, em que desfilavam e jogavam uns nos outros doces (confeitos de açúcar) e flores, o que dá o nome à “batalha”. Esse tipo de festa é uma das origens do carnaval e foi importado do Rio de Janeiro, como o entrudo, que por sua vez inspirou-se nas festas européias.




As comemorações cívicas foram um momento de aproximação entre os governantes e o povo.


0 comentários:

Postar um comentário

 

© 2009AHPAMV | by TNB