24 de abr de 2013

PARA CONHECER A ADMINISTRAÇÃO DE PORTO ALEGRE


      A história  administrativa,com seus problemas e realizações, faz parte da memória da Cidade e pode ser estudada através dos documentos da Câmara de Vereadores até 1889,da Junta Municipal até 1892 e do Gabinete do Prefeito,desde a  época da Intendência: relatórios gerais, setoriais,atas,correspondência etc. Essa pesquisa se enriquece quando há publicações que reúnem e sintetizam informações  dispersas sobre cada administração.
             Novidade editorial de 2012,o livro Prefeitos de  Porto Alegre nos traz um panorama das administrações  da Cidade desde 1889,ainda  governo da Junta Municipal, até 2012, passando pelo período da Intendência(1892 a 1930).Em cada administração, são destacadas realizações que se constituem marcas do governo e podem, por esse motivo, servir de roteiro para pesquisas mais aprofundadas.
            O livro revela curiosidades:  
          1-entre  1897 e 1937, Porto Alegre teve apenas três intendentes:José Montaury, Otávio Rocha e Alberto Bins;
      2-o primeiro(não era gaúcho)exerceu sete mandatos consecutivos durante 27 anos;
       3- de 22/10/1937 a 01/01/1952,dez  prefeitos ocuparam o cargo sem terem sido eleitos diretamente.
       Cada Intendente  ou Prefeito   pode ser destacado por alguma obra ou outra realização do governo. Durante o mandato de Montaury, foi criada, em 1898, a Assistência Pública Municipal, início do Hospital  de Pronto Socorro e da futura Secretaria Municipal da Saúde. No mesmo governo, foram inauguradas duas obras: o Viaduto e a Praça Otávio Rocha,
     Loureiro da   Silva  modernizou a Cidade, introduziu o semáforo,reforçou a   rede elétrica e rompeu o monopólio do transporte coletivo,ao licenciar cinquenta  ônibus particulares.
     Leonel Brizola venceu as eleições para   Prefeito ,em 1955, com o lema Nenhuma  criança sem escola. E a educação, com ampliação da rede escolar, marcou  sua administração.
       No mandato de Otávio Rocha, iniciado em 1924, a Cidade se modernizou, com avanços na urbanização. Mas, o fato curioso é que ele efetuou convênio com o Instituto de Previdência do Estado para os servidores municipais. Causa até estranheza esse fato, pois agora, em 2013, os servidores municipais voltam a reivindicar convênio com o IPE.
     Podemos considerar,também,destaque nessa história administrativa de Porto Alegre  os 16 anos em que o PT governou a Cidade. Nesse período, foi criado o Orçamento Participativo, a coleta seletiva do lixo, e a Usina do Gasômetro foi transformada em  Centro   Cultural. Os quatro mandatos da  Administração Popular iniciaram em 1989 e terminaram em 2004,com a derrota nas urnas. O livro ainda aborda os mandatos de José Fogaça e o primeiro mandato de José Fortunati até 2012.
   O livro Prefeitos de Porto Alegre está disponível para pesquisa  no acervo bibliográfico do AHPAMV.




SANTOS, Antônio Augusto Mayer dos .  Prefeitos de Porto Alegre.
      Porto Alegre:Verbo Jurídico,2012.



   

0 comentários:

Postar um comentário

 

© 2009AHPAMV | by TNB